segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Coisas fantásticas

Carissimos amigos e amigas, há muito não escrevia. Não se trata de falta de tempo porque o vou tendo. Não me dispus a escrever-vos duas linhas! Mas por várias vezes tive razões para o fazer. Não é o facto de estarmos em crise que faz com que faltem razões para dizer que há coisas fantásticas! Uma coisa não implica a outra! aliás, se calhar, até é mais um alibi para saber de coisas fantásticas: ver o mundo com outros olhos, noutra óptica. Voltei ao seminário, começámos as aulas, o verão ainda por cá anda, não obstante termo-nos adentrado no outono. E que estação fantástica como o outono? Ao meu facebook voltou a foto tirada há dois anos, junto do lago do Lugano na Suíça, que revisito sempre que as folhas ameaçam cair. 
Pude rever os amigos que "deixara" antes das férias, e com eles outros, novos, curiosos, com vontade de fazer, de aprender, de estar. Mais dos "mesmos", dos que escolheram a melhor parte (Lc 10, 42). E que bom é ver a família que se renova, uns que terminaram o caminho e outros que querem vir por aqui...
Tantos motivos para me alegrar com os pequenos milagres do dia-a-dia! 
Ontem estive em Bragança com o resto da "família" para assistir à ordenação episcopal do D. Cordeiro. E que bonita foi a celebração. Além de muito participada, com uma liturgia lindíssima que mostrou o brio brigantino de bem celebrar, com um coro fantástico, o cardeal patriarca, e os agora dois eméritos como co-ordenantes!
Foi muito bom o dia e a viagem, pese embora o facto de que a estrada (IP4), por causa da construção da auto-estrada, está intercortada por sinais de desvio, de limite de velocidade, de riscas amarelas (sinalização provisória, etc). Depois de Vila Real, há um pedaço de auto-estrada, mas pouco depois começam os desvios, uns grandes outros mais pequenos, por nacionais, municipais, pelo agora antigo IP. Mas interessa que tenhamos chegado todos e bem!
Com muito mais por agora, mas sem muita vontade de escrever, despeço-me de vós que teimais em ler o que cada vez com menos frequência escrevo.
Lembrai-vos: há coisas fantásticas a acontecer a todo o momento! Basta ter olhos para elas, e depois de constatar que quanto disse é verdade, sorrir e desfrutar! São para ti!   
Deixo-vos com algumas fotos fantásticas de uns dias de férias fugazes mas fantásticos num pedaço de paraíso em Portugal que tem por nome Parque Nacional da Peneda Gerês. Poderia perder-me em palavras, mas em primeiro lugar tenho que dormir, e depois, tendes mais de três mil palavras nas imagens que se seguem ;)
Até breve.



Há coisas fantásticas não há?

Sem comentários:

Vídeos fantásticos

Loading...