sábado, 4 de setembro de 2010

Stephen, ciência e protologia

Toda sabe quem é o renomado físico britânico Stephen Hawking! Uma sumidade no campo da física, que ocupou a cátedra de sir Isaac Newton, não obstante o facto de possuir esclerose lateral amiotrófica (ELA). Um moderno sistema permite sintetizar a sua voz, e assim, pôde escrever vários livros bem como ministrar matemática na universidade de Cambridge.
Será lançado agora o seu último livro, "The Grand Design" no qual deita pela porta fora Deus! Diz que o mundo e o universo foram criados, do nada, ex nihilo (do nada) mas sem Deus.
Como é que é possível que se possa conceber a criação sem um criador? Santo Anselmo dizia que o nada não é nada e não é pensável que algo possa ser a partir de coisa alguma!
Esqueceu-se porém que a ciência não consegue responder a tudo, e mais ainda que o grande ciclotron - que se encontra no CERN e que tem uns impressionantes 27km - ou acelerador de partículas, bem como outros, não conseguem chegar além da constante de Planck, ou seja,  Zero elevado a menos 43. E então se não se consegue chegar ao segundo 0,0000, como se pode crer que tudo tenha sido por acaso? Como é possível conceber isso?
Ao chegar a esse segundo da constante de Planck, fala-se de um desenvolvimento da matéria a partir de uma singularidade inicial, a milésimas de segundo a seguir ao BIG BANG! Será possível conceber que existam tantos acasos até chegarmos à formação do sistema solar e da terra com atmosfera, com a água, oxigénio...
Recuso-me aceitar a teoria do acaso! Mas não porque sou católico ou crente, apenas e só porque sou académico e porque como tal, tendo recebido inteligência, de Deus ou do acaso, não consigo conceber as coisas como as pensa este físico!
Mas há tantas pessoas com as quais discordo! Apenas escrevi sobre ele por ter visto a notícia no site do Público. Passem por .
Há coisas fantásticas não há?

Sem comentários:

Vídeos fantásticos

Loading...