sexta-feira, 20 de março de 2009

As coisas mudam

Como é que é possível que as coisas mudem tão rapidamente? Quem diria que um deputado da oposição pudesse não responder às próprias provocações, poucos anos depois de as ter mandado para o ar.
Enfim; Dir-se-ia por estas paragens, só querem "poleiro"(com todo o respeito que me merecem os legítimos moradores dos poleiros (=galináceos)); Depois de lá estarem fazem todos o mesmo. Quem me dera não concordar! Esquerda e direita! É tudo igual! Leis inicialmente propostas pela direita, a serem vetadas pela oposição de esquerda, e pouco depois, a serem propostas pela mesma esquerda que inicialmente tinha votado; O que é que faz a direita? O mesmo de sempre: ainda que não tenha sentido, vota contra porque o que interessa não é o bem que provem dessa lei, o bem para o povo que deveria governar (demo + crator), mas sim ser espírito de contradição sem critério, sem rei nem roque!
É esta a paronâmica política, não só nacional, para bem dos lusos, mas internacional para mal de todos. Há coisas fantásticas

2 comentários:

Bárbara disse...

Direita e esquerda é tudo farinha do mesmo saco! Se formos a virar a saca da farinha reparamos que numa e noutra há pedras no fundo! Algumas podem passar (aos olhos dos eleitores!) outras são tão visiveis que até o simples cidadão dá conta delas!

Quando se baloiça da oposição para o Governo ou do Governo para a oposição a "coisa" agrava-se.

Heidi disse...

subscrevo todas as palavras da barbarovsky :)

Vídeos fantásticos

Loading...