segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Astrofotografia, primeiras conquistas no céu profundo

Foto feita com 11 minutos de exposição, no último encontro do NAV. A grande M31 e M110, bem mais pequena.A grande galáxia de Andrómeda
Quando passei a ser colaborador do AstroPt propus-me partilhar com os leitores as minhas pequenas conquistas na Astrofotografia, e portanto, eis-me a dar conta do que fiz na última semana ;)  Tenho um pequeno refractor ED, da Skywatcher com 80mm de abertura e 600 de focal, F7.5 e comecei com ele na fotografia do céu profundo. As fotos foram feitas com uma Nikon D90 e uma montagem equatorial Heq-5. Ainda tenho muito que aprender. Estas fotos não têm nem darks, nem flats, apenas light frames. Prometo que dentro de uns meses, na pior das hipóteses, terei fotos melhores, mas estou bastante contente com os resultado preliminares.

As fotos foram feitas no encontro do Núcleo de Astronomia de Viseu, com um céu perfeito a permitir "esticar" o ISO da máquina aos 3200 :)

Espero que sejam também do vosso agrado.

Foto da Nebulosa de orion (M42) e NGC 1977, The running manA grande nebulosa de Orion
O facto da lua, a parte do disco iluminado estar por detrás da torre, permitiu fotografar o earth shine na lua.A lua em crescente
Esta foto foi também feita com o mesmo telescópio (SW80ED), mas em Viseu e com tempos de exposição inferiores a um segundo.

Para terminar, temos um céu fantático, o de inverno, e os meios para fazer excelentes fotos. A astrofotografia não tem que ser uma coisa bonita que os outros fazem, mas está ao alcance de cada um de vós. Portanto toca a tirar das malas as máquinas fotográficas (digitais ou analógicas), as teleobjectivas antigas, e vamos a fazer fotos :)

Podeis ver outras fotos que vou fazendo aqui.
Há coisas fantásticas não há?

Sem comentários:

Vídeos fantásticos

Loading...