quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Feliz...

Feliz por ser como sou, por ser português, por ter a família que tenho, por estar a viver o que estou a viver, por poder aprender todos e cada dia da minha vida, por tentar ser todos os dias mais e mais.
Não é fácil, mas é um desafio que abraço com gosto. Como sabeis estive à poucos dias em França, em Paris. Fala-se tão mal de Portugal, das coisas portuguesas, da justiça portuguesa. Todos se lamentam porque, por exemplo, ainda não terminou o processo Casa-Pia, que começou há uma mão-cheia de anos!
Poderá um francês lamentar-se por estar agora a começar o processo do concorde, 10 anos depois da sua queda?

E ainda nos queixamos!!!
Oh ingratos! A vida é tão bela! Sorri sempre! Dizer que é bela não quer dizer fácil, em nenhum dos sentidos, mas vale a pena vivê-la... com um sorriso nos lábios.
Se o segundo que passou já não nos pertence, e o segundo a seguir ao segundo que vivemos não sabemos se o teremos, o segundo que vivemos é um PRESENTE, para ser vivido e saboreado! Vale a pena pensar nisto!
Há coisas fantásticas não há?

Vídeos fantásticos

Loading...