domingo, 10 de janeiro de 2010

De volta

Caríssimos, depois de 20 dias pobres - apenas e só porque não escrevi muito - escrevo-vos de novo para vos dizer que regressei à Suíça! Logo agora em que nevou tanto por lá :P
A viagem não foi bem uma viagem, foi mais uma odisseia, e daquelas odisseias que não se vêem todos os dias :D Começou na minha amada terra a viagem. A odisseia, essa, só começou em Fuentes de Oñoro... Operação STOP da Guardia Civil! Documentos de toda a gente, e depois de os mostrar-mos, um dos fulanos chamou-me. Pediu-me para sair da carrinha... E eu saí! Fez-me caminhar uns bons 5 metros, olhou para mim com um olhar tipo "coiso", agradeceu e despediu-me com um "Gracias"! Fiquei sem perceber porquês, mas acho que a minha barba explica isso! Aliás, a minha charmosa barba!lol!
A diante, não pudemos fazer a auto-estrada do costume porque estava cortada... Demasiada neve não para as nossas camionetas, mas para os limpa-neves de nuestros hermanos. Desvio pelo norte, por Viscaya e Bilbao... Em França piorou muito bem. Até Bordeus sem problemas de maior, depois de Bordeus, foi um valha-se-me Deus... Pera lá, isto soou bem. Ficará assim para a posteridade:
Depois de Bordeus,
Foi um valha-se-me Deus...
=)
Havia tanta neve ou tão pouca que não se via a marcação da estrada! Ou se preferirdes, a sinalização horizontal! Como não se via a ponta de um chavelho, e à falta deles, os primeiros automobilistas de cada coluna (colunas intercortadas por nuvens de nevoeiro e tempestades de neve) conduziam a meio-termo entre o rail esquerdo e o direito. Os aventureiros que queriam ultrapassar, quem por um lado, quem por outro, acabavam sempre fora da estrada, ou na valeta contra dois metros de neve suja, ou no meio das duas vias...
Pensava-se que se pudesse fazer uma viagem calma e "rápida" (umas 20 horas), e esse número quase dobrou...
São as vicissitudes de quem anda na estrada, e que faz de tudo para trazer de Portugal o que a terra tem de melhor! Se têm dúvidas, digam-me em que avião, ou a que preço se poderiam trazer 60 litros de vinho? E 15 quilos de queijo? E uma saca de laranjas? Ou ainda duas caixas de diospiros... Ou seja, centenas de quilos de razões de vir de carrinha =)
Teria ainda tanto para contar, mas como a fome é bem maior que a vontade de escrever, ficará para breve o resto...
Sem mais, um fantástico regozijo pelos "meus" 3700 visitantes, agora que conto já com 50 países visitantes, o último, um turco. Cumprimentos para ele! :D
Há coisas fantásticas não há?

4 comentários:

Bia Mendonça disse...

Bem-vindo de volta a esse país chato! Espero que suas energias tenham voltado renovadas para mais uma temporada aqui. Acho que o inverno tem piorado minha relação de ódio com a Suiça. bjs!

Bárbara disse...

Ahahahahaha tuga que é tuga não vive sem os kgs de tuguês que transporta consigo =) Depois é o que se vê, nevões e para tudo o que é tuga e tuguês...

p.s. eu percebi a boca dos visitantes! vê lá vê se não te caem os dentinhos...

Lucia disse...

Obrigado por teres vindo a Portugal e nao me teres vindo visitar...naquele dia nao deu mas podias ter insistido...mas a vontade nao devia ser muita...Tudo de BOM aí pela Suiça.Que tudo continue a correr Sempre bem.

Anónimo disse...

posso saber o pk de te ires embora sem te despedir de mim...grande amigo!!!

Vídeos fantásticos

Loading...