terça-feira, 14 de julho de 2009

Cheguei, trocado por miúdos.

Como vos disse há umas horas, já cheguei. Estou muito cansado, são muitos quilómetros, portagens, ultrapassagens, cromos ao volante... Mas como o alvo é aliciante fez-se bem a viagem. Bebi cola, café, red bull. Como previra comi que nem um texugo. Vou dormir como uma lontra agora e só agora. De dia dormi uma horita. Foi uma viagem fantástica. 1900km, 17horas, várias colas e muitas músicas depois cheguei.
Tive tempo para ver o TGV, uma central nuclear, chuva, nevoeiro, o nascer da lua na zona de Côte d'Azur, um nascer do sol fantástico na zona do gran canyon espanhol (Burgos), et cetera.
Quando cheguei a Portugal quis tomar um café que fosse mais do que água suja, como mo tinham vendido na Suíça, França e Espanha =)
Parei então em Vilar Formoso, e quando entrava no bar saía uma família recém chegada de um destino francófono. Achei simpático segurar a porta. Quando saía o último, disse-me "Merci". Estava para lhe responder "q£€ te p@}iu"...
Porque é que esta gente se obstina a falar em francês? Alguém me explica? Acho normal que alguém aprenda uma língua, mais ainda que a aprenda bem. Isso significa integração e é óptimo. Mas porquê é que têm que falar aquela língua?
Eu pedi um café. Podia ter dito "Ein café espresso zu mitnehmen bitte"?
Podia, mas não era a mesma coisa. Porquê? Porque as pessoas ainda que percebam, não têm que ouvir aquilo. Até porque a língua oficial em Portugal é, por tempo indeterminado talvez, o Português. E enquanto assim for, gostaria de ouvir a Minha língua no Meu país. Até porque quem me disse "Merci" era tão português quanto eu. Talvez não goste tanto do Português como eu, mas somos portugueses caramba. Ou não?
Devia falar sobre a viagem e acabei por falar mais de questões linguísticas :)
Desculpem lá qualquer coisinha. Tanta hora sem dormir deu-me a volta ao miolo :p
Até breve.
Há coisas fantásticas não há?

5 comentários:

Semina disse...

Olha!!! Já deves estar a rocar. Mas isto são horas de um homem ir para a cama?

lol Abraço

Bárbara disse...

Ahahahaha

Lamento desiludir-te, mas chegas a Portugal precisamente numa altura do ano em que até o própria língua, motivo de orgulho lá fora, deixa de ser in cá dentro...

Temos pena, muita pena... dessas aves que acham que é in falar um frasiu macarrónico =)

Heidi disse...

deu-te volta ao miolo, mas falaste bem eheheh

oh pah...mas tu sais...c'est comme ça, aqui em Portugal,ça vá pá lá testa ou quê?!

prepara-te para as palavras que mais vais ouvir nos próximos tempos:

...autoroute, fenêtres, vacances, merci, au revoir,tony carreira et sons fils michael cárêrá...ui, aiai, é é, mê ah bah didon..., o lá lá,...

etc etc

cansei-me agora ah bá didon, de suis fatigué...ainda bem que vêm aí as vacanças...

Cristóvão Cunha disse...

Desculpa a ignorÂncia mas o que entendes por, e cito: «mê ah bah didon...»!lol!
Beijos

nahar disse...

Concordo plenamente contigo meu irmão. diz o povo e muito bem "em roma sê romano" diria eu agora, "Em portugal sê Portuga"... mas se reparares, uma frase que tenha uma asneira, a asneira é a única dita em português.

abraço

Vídeos fantásticos

Loading...