domingo, 30 de novembro de 2008

Há coisas fantásticas não há?


O meu primeiro post, parece-me justo, vem fazer jus ao nome dado. O porquê deste nome? Cá vai. Em primeiro lugar porque sou optimista, mas acima de tudo porque tenho a certeza de que há coisas fantásticas, aliás, estamos rodeados delas. O que precisamos é de abrir os olhos e sentir o que se nos apresenta. Talvez precisemos de mudar de lentes, sair dos nossos "esquemazinhos" pré-estabelecidos.
Pegando nos clássicos (parece-me que será recorrente), Horácio dizia Carpe diem. O que é que quer dizer? Comummente diz-se que significa curte a vida :) Tem tudo a ver :D Significa Roi o dia. Está no imperativo. Porque é que devemos roer o dia? Diria depois Virgílio, "Quem te disse a ti ó Homem, que os Deuses te dão o segundo a seguir ao segundo que vives? Carpe diem!". Ou seja, o segundo que passou já pertence ao passado, o que se segue não sabemos se o teremos. Ficamos portanto com pouco: o segundo que vivemos neste momento. Donde a imperiosa necessidade de o vivermos bem.
Ok, depois desta lavagem filosófico-filológica, termino este primeiro dos, assim suponho, numerosos post's ao longo do ano.
(A foto é de minha autoria, feita há mais ou menos um ano, no sacro monte, Varese, Lombardia, Itália-Há coisas fantásticas, não há?)

2 comentários:

Bárbara Cunha disse...

Bem-vindo ao mundo da blogosfera... Boas escritas :D:D:D

*heidi* disse...

hello***
Bem-vindo, bienvenido, welcome, bienvenue, benvenuto, willkommen, welkom, valkommen, bonvenon...lol(o que se encontra na net:P:P)Grande foto!
Bons post******

Vídeos fantásticos

Loading...